Artigos

Fomos justos com a carreira musical de ET & Rodolfo?

"Comprei uma panela de pressão, só pra ver se eu cozinho mais depressa".

Quem assistiu bastante televisão nos anos 90 certamente se deparou em algum momento com essa duas curiosas figuras que ficaram bastante populares depois de substituírem o Otávio Mesquita na função de acordar famosos para o programa “Domingo Legal”, na época com o Gugu.

Foram vários e vários famosos que despertaram ao som de uma infernal buzina, gritaria e essas doces criaturas inesperadamente rompendo dentro do quarto. Era bastante divertido. O sonho maior deles era conseguir acordar o dono da emissora em que trabalhavam, Silvio Santos. Evidentemente que isso nunca aconteceu.

Um dos momentos mais memoráveis desse quadro foi o dia em que a dupla foi tentar acordar o radialista Gil Gomes, que por sua vez dormia com um revolver embaixo do travesseiro e no susto sacou a arma e deu dois tiros pra cima. O pobre ET teve um susto tão grande que acabou se mijando nas calças. Tudo isso mostrado no programa de forma muito peculiar. Você pode assistir um trecho aqui:

O que pouca gente se lembra, no entanto, é que a carreira desses dois como uma dupla, foi começar lá na TV Record no programa do Ratinho. O Rodolfo sempre foi repórter de televisão e veio do Paraná junto com Carlos Massa pra apresentar matérias policiais e “televisão verdade” no saudoso programa. Desde os tempos de CNT, o grandalhão com cara de monstro de filmes de terror contava casos bem curiosos e estranhos (no começo de maneira séria) nos programas de Ratinho — como o “190 Urgente”- e veio parar em São Paulo para fazer o mesmo. Conforme o tempo passava e Rodolfo ia ganhando fama por suas matérias sobrenaturais , ele começou a buscar mais fundo na tentativa de agradar o seu patrão em um teatrinho que acontecia quase diariamente, onde as matérias eram rejeitadas por Ratinho.

Um belo dia, impulsionado pela história do ET de Varginha, Rodolfo começou a anunciar que traria um ser extraterrestre ao vivo para o palco.

Foram dias e dias com essa ladainha onde ele aparecia numa matéria contando a sua saga e apresentava uma caixa onde supostamente ele trazia o ET.

Até que chegou o dia em que a caixa seria aberta e de lá saiu Cláudio Chirinian (nome verdadeiro do “ET”), um rapaz de estatura pequena, com visível doença mental que ameaçava sentar a mão no repórter que repetia: “você é o ET” a todo instante. Dá pra assistir o momento inteirinho (com direito a enrolações típicas de um quadro de abrir a caixa) no YouTube.

O surgimento do ET (Reprodução)

Muito que bem

Um tempo depois o Ratinho foi contratado pelo SBT e levou a turma toda junto, inclusive Rodolfo e ET. Eles faziam muito sucesso principalmente com as crianças e por isso foram parar no “Domingo Legal” conforme já mencionei acima. Aos poucos o quadro do repórter soturno com o “ET” crescia muito mais do que o próprio programa do Ratinho.

Um pequeno parenteses aqui sobre os anos 90 para quem não viveu a época.

Era super comum que qualquer coisa que fizesse sucesso (especialmente com crianças) gravasse CDs de música. Na época era uma produção rápida e um retorno financeiro mais rápido ainda. Você pode caçar por aí e achar CDs do “Disney Cruj”, discos do “Seu Boneco” (da “Escolinha do Professor Raimundo”) e claro, Rodolfo e ET, que ainda em 1998 foram catapultados para as paradas de sucesso da rádios em todo o Brasil.

A capa desta obra prima esquecida (foto: Reprodução)

Passemos agora para analisar o CD e dar o devido valor.

Era óbvio que nenhum dos dois foi cantor em algum momento. Tanto que a grande aposta da obra era o bom humor que caracterizava a dupla. Os dois maiores sucessos do disco são “A dança do ET” e “Panela de Pressão”.

O clipe passou bastante na MTV também, pode acreditar (Reprodução)

O single “A Dança do ET” foi uma sacada genial dos produtores do disco, em especial o Rick Bonadio, que aproveitando a onda gigantesca que era “É o Tchan”, fez uma versão colocando nossos dois heróis como cantores de um pagode baiano com um refrão chiclete e uma dança que tinha direito a uma loira, uma morena e um cover do dançarino Jacaré para dar vida à coreografia.

Você pode ver aqui o clipe completo e passar o resto do dia com a música na cabeça.

“Uh lelê, uh lá lá lá

é a dança do ET

que vai abalar”. (Rodolfo & ET, 1998)

O disco é curto, tem 12 faixas e um pouco mais de meia hora de muitos trocadilhos, piadinhas, sacanagem com a aparência física do ET, sintetizadores e o Rodolfo repetindo exaustivamente “Vamo ET” numa clara piada vocal que ficava “vam metê”, caso você ainda não tenha percebido.

A contracapa do Cd com as 12 faixas que entraram para a história (Reprodução)

Além de “A Dança do ET”, a outra faixa que tocava com bastante frequência e parava as festinhas da época era “Panela de Pressão” com seu show de duplo sentido e brincadeiras que viraram mania nos recreios da escolas de todo o país.

“Comprei uma panela de pressão,

só pra ver se eu cozinho mais depressa;

Sou solteiro e não tenho compromisso

Se eu lavo ou se eu cozinho ninguém tem

nada com isso”.

Evidentemente que o ET não escondia a verdadeira intenção da música e dizia “cuzinho” ao invés de cozinho quase todo domingo de tarde na TV.

Muito humor e descontração no palco do “Domingo Legal” (Reprodução)

Não que musicalmente o restante do disco fosse um primor, até porque eles cantavam bem pouco. O grande segredo do disco são os remixes de falas dos dois em cima de bases bem animadas e uma boa dose de auto-tune bem feita. Eu destaco também a faixa “Blues Extraterrestre” onde o ET de fato canta arranhando um inglês de outro planeta e também a homenagem ao Ultraje a Rigor na releitura de “Marylou”.

Não foi por um acaso que essa belíssima obra que hoje em dia passa batida do grande público conseguiu disco de ouro e vendeu mais de 100 mil cópias na época do seu lançamento.

Certamente que os fãs deles mais saudosistas pediriam por mais, especialmente em uma época onde temos tantos artistas voltando e se reinventando. Infelizmente Claudio faleceu aos 46 anos de idade em 2010, quase esquecido passando dificuldades e Rodolfo até onde se tinha notícia passou por anos ruins até conseguir finalmente vencer um processo que moveu contra o SBT.

Ouça o CD inteirinho aqui:

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: