O clipe dos “Vingadores do Brega” é o que você precisa para melhorar o seu dia

Passou por minha timeline esses dias uma imagem que me chamou muito a atenção:

Vários sujeitos pendurados em um mangue vestidos como super-heróis de todos os cantos e tocando instrumentos. No título do pequeno vídeo “Vingadores do Brega”. Me conquistou pela ousadia e pelo vídeo ser um pequeno trecho de uns 20 segundos apenas, eu resolvi procurar no YouTube ver se achava esse clipe na íntegra. Dito e feito. Achei e foi a melhor coisa que poderia ter acontecido pra mim nos últimos dias. O clipe é fantástico e trago pra você uma pequena análise dos melhores momentos dele.

A introdução do clipe traz um SUPER CHOQUE resolvendo o problema de um rádio que simplesmente não quer ligar.

A cena corta e surge um Batman usando um bonito chapéu de palha, tocando um Ukulelê e cantando. Bacana, nos Vingadores do Brega o vocalista é o homem morcego.

A letra começa muito boa e envolvente e acaba trazendo mais um ponto de atenção:

Assim dizendo ela, assim dizendo ela.

Ela diz que foi a musa

Da “Brasília Amarela”.

Quer dizer então que os Vingadores do Brega vão fazer uma homenagem aos Mamonas? Veremos a seguir.

Aí entra a parte instrumental, surge aquela imagem da banda como um todo e cortam para o Capitão América esmerilhando no sax.

Detalhe para a percussão do Super Choque e o Flash ali atrás arregaçando na batera. Eu nesse momento já estou completamente envolvido com o conceito dessa banda.

Volta a letra da música e o foco de novo é o Batman vocalista. Mas calma aí. Não pode ser… ele está segurando um FRANGO DE BORRACHA????

Entre uma aparição e outra do Batman, surge um outro personagem que me cativou muito, este Homem Aranha Preto que é o baixista do conjunto e exibe uma malemolência incrível.

E o Flash segue lá, mandando ver na batera.

Outra geralzona na banda e cola outro Homem-Aranha, só que com uma guitarra irada.

No teclado tá o Deadpool como quem não quer nada, bem na dele ali no cantinho.

A música segue frenética e mesmo que não tenha nenhum sax em uma parte dela, o Capitão segue animadaço.

Só não se empolgou mais do que o Flash.

A letra da música conta uma história de uma musa paraense que girou o Brasil ganhando a vida de tudo quanto é jeito. Até chegar em São Paulo, onde entrou pra publicidade, “conheceu o Dinho dos Mamonas Assassinas que lhe fez um filho (????) e uma canção”.

Daí é nessa parte que entra um trechinho de “Pelados em Santos” na versão dos Vingadores do Brega e a banda toda faz uma dancinha pra lá de sensual.

Depois de muito tocar ali no meio das árvores eles resolvem sair para outro cenário e… será que eles vem à cavalo?

Claro que não. É MUITO MELHOR. Eles estão de búfalo na Ilha de Marajó.

NA MORAL.

Eles infelizmente tiveram o azar de ser um dia meio cagado pra gravar na praia, mas isso não tira o brilho dessa obra.

E só melhora. Bastou abrir um solzinho e pimba, surgiram os super trajes de banho.

Que vibe gostosa.

Decididamente são esses os Vingadores que precisamos no Brasil.

E como todo bom filme de Vingadores, assim que termina a história principal aparece uma cena pós-créditos.

Que acontece antes dos créditos, mas tudo bem.

Faça um favor a si mesmo e assista o clipe completo aqui:

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.