O Ronaldinho Gaúcho é um dos maiores empreendedores do Brasil

Que o Ronaldinho foi um dos maiores do mundo de todos os tempos como jogador de futebol, não restam dúvidas.

Campeão de Libertadores, Champions League, Mundial, Copa América, Copa das Confederações, Copa do Mundo… Melhor do Mundo mais de uma vez. O cara foi um gênio com a bola nos pés e encantou por onde passou.

Mas a vida nos gramados um dia chega ao final e é normal que atletas optem por outras formas de ganhar dinheiro.

Como muitos famosos na internet, Ronaldinho optou primeiramente por se dedicar a vender camisetas com a sua imagem.

Na mesma linha, lançou também capinhas divertidas para celular.

No auge da sua fama, virou até mesmo personagem de histórias em quadrinhos da Turma da Mônica.

Mas o que chama a atenção é a diversidade de novidades que foram lançadas pelo R10, a começar por um fidget spinner.

Tão inusitado quanto, foi o hoverboard com a assinatura do craque.

Inesquecível também foram as empreitadas de Ronaldinho pela internet. A começar por uma startup de TV online.

Também lançou os seus próprios emoji, com o brilhante nome de Emojinho.

E entrou na onda dos jogos ao apresentar para o mundo o “Ronaldinho Super Dash”.

Também se aventurou em lançar plataformas, como essa que servia para unir atletas e investidores.

Ainda no ambiente virtual, voltou a unir futebol com tecnologia quando criou sua própria liga de eSports.

Mas nada supera a vez em que ele criou sua própria rede social nos moldes do Facebook.

E ao invés de dar like com um “joinha”, você fazia o FAMOSO SINAL DO RONALDINHO para as publicações.

Soluções digitais é com ele mesmo.

Os empreendimentos de Ronaldinho no mundo real também são sensacionais, como este brinquedo que ensina a ‘dibrar’.

Você usaria um produto capilar do Ronaldinho?

Para quem curte uma estileira, há opções de relógios com a assinatura do craque.

Uma das coisas mais curiosas que passam pelo crivo de Ronaldinho, é essa empresa de investimentos em tudo, inclusive criptomoeda.

Dando ‘dibres’ nas taxas de juros.

Até aí, uma cervejinha não faz mal pra ninguém, né?

E se ele te chamasse pra tomar um VRAU?

Calma galera, é só um energético.

Se seu paladar é um pouco mais refinado, não tem problema, ele também tem um vinho.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.