Histórias Reais

Diretor de “Hair Love” profetizou seu Oscar em 2016

Uma imagem inspirou o diretor Matthew Cherry a criar uma história que ele tinha certeza que conquistaria o mundo. Dito e feito.

Imagine você encontrar a inspiração perfeita para uma ideia desde o começo saber que ela será um sucesso. Foi o que aconteceu com o diretor Matthew Cherry. Que em um belo dia de 2016 foi impactado por uma imagem e cravou: “tenho uma ideia digna de Oscar”.

Na sua postagem ele compartilhou uma imagem e perguntou: “Algum artista 3D me segue? Eu estou uma ideia de um curta que é digno de um Oscar, baseado nessa imagem aqui. Me chama!”

A imagem em questão é de um artista 3D norueguês chamado Julian Santiago e chama-se “Artista no Trabalho”.

Segundo ele escreveu em sua página pessoal: “Esse foi um projeto que eu fiz como um desafio pessoal para criar alguma coisa em uma semana. Eu consegui em dois dias. Reutilizei alguns recursos de projetos antigos para poder preencher a cena”.

Não seria a primeira vez em que Matthew profetizaria seu feito, em 2012 ele já havia postado que um dia seria indicado ao maior prêmio do cinema mundial.

“Eu vou ser indicado ao Oscar um dia. Já estou avisando”.

A história que saiu dessa inspiração e levou Cherry ao prêmio, você pode ver na íntegra aqui:

Vale destacar que a ideia para “Hair Love” era ótima, mas faltavam recursos. Foi daí então que uma vaquinha online no Kickstarter foi criada para poder viabilizar o projeto, que havia sido recusado por vários estúdios antes.

O resultado ficou impecável e não foi por um acaso que recebeu o prêmio de melhor curta em animação.

Muito emocionado Matthew e a produtora do curta Karen Rupert Toliver receberam suas estatuetas.

Depois da cerimônia ele voltou até o seu post de 2016, repostou acrescentando: “Conseguimos”.

E no seu discurso após receber o prêmio, ele destacou a importância da representatividade.

Obrigado a academia, por essa premiação maravilhosa.
Obrigado para os meus amigos diretores Everett Downing e Bruce Smith, produtores Karen Toliver, Monica Young e Stacey Newton, o time incrível da Sony Animation.
Os apoiadores do Kickstarter e a Dove por nos ajudar. Agradeço minha manager Monica Young, meu advogado Vaughn Gill, meus agentes Andrea Nelson Meigs, Ava Greenfield e Sean Freidlin na ICM.
Obrigado a minha noiva Candice Wilson, minha irmã Caitlin e meus pais Kennet e Diana Cherry. Que eles descansem em paz.

‘Hair Love’ nasceu da vontade de ver mais representatividade nas animações, mas também para normalizar o cabelo afro.
Nós temos uma chance real aqui de ajudar a fazer a discriminação de cabelos se tornar ilegal através do “The Crown Act” (uma lei da Califórnia que proíbe a discriminação com base no estilo e na textura do cabelo. É a primeira legislação aprovada no nível estadual nos Estados Unidos a proibir essa discriminação.) e aprová-la como lei em todos os 50 estados para pessoas como nosso convidado especial DeAndre Arnold (estudante do Texas que foi suspenso em sua escola por usar dreadlocks e foi convidado para estar na cerimônia do Oscar) e muitos outros.

Esse prêmio é dedicado a Kobe Bryant. Que todos nós possamso ter um segundo ato na vida, tão grandioso quanto ele teve. Muito obrigado.

Quase quatro anos depois da sua inspiração, veio o reconhecimento mais do que merecido pelo trabalho incrível desta dupla e sua equipe.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: