Pai sírio criou um “jogo” para evitar que filha se assuste com bombas

Muitas crianças morrem de medo e choram se ouvem barulhos de bombas, não é o caso da pequena Salwa, de quatro anos, filha de Abdullah Al-Mohammad.

A família deles teve de se mudar de sua cidade natal, Saraqib (que fica na região rural de Idlib, uma das áreas mais afetadas pela Guerra Civil na Síria) e teve de ir morar na casa de amigos em uma cidade chamada Sarmada, na mesma região de Idlib, que segue também rodeada de constantes explosões de uma guerra que já dura mais de nove anos e já vitimou mais de 380 mil pessoas.

Foi daí que surgiu a ideia de Mohammad para poder poupar sua filha dos horrores da guerra. Em uma entrevista, ele disse “Ela é uma criança pequena que não entende o que é guerra”.

Sempre que uma bomba explode em Aleppo, ele e Salwa fazem um pequeno jogo. Quando um som de bombas está próximo, eles riem o máximo que podem. A ideia é encher a casa de alegria em um momento de tensão tão grande quanto esse e deixar a realidade da guerra para fora de casa.

Segundo o pai, ele decidiu ensinar o jogo para poder prevenir doenças mentais futuras na criança.

Mohammad fez um post em suas redes sociais mostrando a brincadeira com a filha e o vídeo viralizou no mundo todo, com muita gente se sensibilizando com os dois e parabenizando o pai pela forma heroica que lidou com a situação.

Em um dos comentários do post original, uma pessoa diz que “a risada deste pequeno anjo é muito mais poderosa do que o barulho de bombas”.

Sempre que uma bomba explode, eles riem bem altopara que a menina de 4 anos não se assuste.

Assista ao vídeo completo aqui:

Via BoredPanda e Skynews

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.