Menino de 12 anos doa seu cachorro a ONG para que seu pai não o machucasse mais

Um abrigo de animais da cidade de Tecamac, no México, recebeu uma caixa bastante incomum no último dia 13 de fevereiro. A publicação feita por eles para mostrar esse acontecimento viralizou e partiu o coração de muita gente na internet.

Eles receberam uma caixa onde estava esse fofíssimo filhote, um ursinho de pelúcia e uma carta.

A carta era de um menino de 12 anos que seria o último humano do pequeno cachorrinho.

A carta dizia: “Me chamo Andrés e tenho 12 anos. Minha mãe e eu decidimos deixar ele com vocês escondido de meu pai
porque ele pensava em vendê-lo.Mas ele maltratava e o chutava. Uma vez chutou tão forte que machucou seu rabinho.
Espero que possam ajudá-lo e que cuidem dele. Deixei uma pelúcia para que ele não me esqueça :(“

O abrigo se sensibilizou bastante com a publicação, mas deixou claro que antes de tudo a preocupação era com a saúde do cachorrinho.

Segundo o post, aparentemente ele estava com o rabinho fraturado e ia precisar de algum cuidado médico e depois passaria para os procedimentos de adoção, uma vez que chamou bastante atenção e interesse de várias pessoas.

Essa aqui é publicação original feita pelo abrigo, que colocou o nome de Rene no filhote.

O abrigo Xollim faz um extenso trabalho de acolhimento de animais em situação de vulnerabilidade, em seu Facebook podemos observar uma série de outros animais com histórias tão tristes quanto a de Rene e Andres. O abrigo conta com a ajuda de voluntários e doações para poder cuidar de mais de 120 animais.

Aqui está o Rene com o ursinho deixado por seu antigo humano a espera de um novo lar.

Via Bored Panda

Não perca nenhuma de nossas histórias. Assine agora mesmo a nossa newsletter!

Anúncios

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.